Glutamina na suplementação.

A glutamina é o aminoácido livre mais abundante no sangue e no tecido muscular, apesar de ser um aminoácido não essencial na alimentação, ele é fundamental para o funcionamento normal de vários tecidos corporais, em casos que o corpo está em situação de alto estresse, como cirurgias e queimaduras ele é fundamental para a recuperação.

Uma boa vantagem do Whey Protein é que já possui uma dose de glutamina, porém é interessante uma suplementação extra de glutamina em treinos intensos e longos.

A glutamina proporciona para atletas recuperação muscular e também melhora na imunidade. Ela é um combustível para as células que combatem as doenças, ajuda a defender o corpo contra infecções. Um bom nível de glutamina significa uma competência imune e boa síntese proteica.

Suplementação oral de glutamina logo após a prática de um exercício intenso:

Evita a baixa regulação do sistema imunológico.

Melhora o equilíbrio entra a síntese e degradação das proteínas.

Alguns estudos que já feitos, comprovaram que baixos níveis de glutamina no sangue estão associados a perda de massa magra, quanto mais intenso o nível de exercício, e quanto mais tempo durar o exercício, mais glutamina é usada pelo corpo e menor fica o nível de glutamina no sangue do atleta.

A glutamina também tem importante função na reparação da mucosa intestinal, tendo importante função na boa saúde intestinal. Uma boa parte da glutamina ingerida fica no intestino para essa função.

Outra função da glutamina também é atuar como repositor de glicogênio muscular.

Nos atletas de Endurance que esgotam suas reservas de glicogênio, a concentração mais baixa é observada 2 horas após o inicio do treino e leva aproximadamente de 5 a 7 horas para que a concentração seja normalizada.

Existem estudos que sugerem que a suplementação de glutamina aumente o nível do hormônio do crescimento (GH), porém são necessárias mais pesquisas nesse sentido.

Consumo de Glutamina:

Recomenda-se de 4 a 10 gramas de glutamina diariamente, apesar de não existir relatos de efeitos colaterais, existem controvérsias nos resultados dos estudos realizados. Uma boa sugestão de utilização é 5 gramas no seu shake pós-treino e 5 gramas antes de dormir. Ou então da maneira que um especialista da área esportiva ou médico sugerir.

Maratonistas utilizam 5g com 330ml de água no fim da corrida e 2 horas após o término. A adequação da ingestão de proteínas na dieta e a suplementação de aminoácidos são importantes, aumentando a performance esportiva. Lembrando mais uma vez, que qualquer suplementação de nutrientes deve ser assistida e limitada por um profissional.

Fontes de Glutamina: carnes, soja, leite e seus derivados.

 
fonte: mundotri e suplementacaocomsaude.