Whey protein é um suplemento nutricional derivado do soro do leite, uma proteína bastante concentrada, com alto valor biológico, que apresenta todos os aminoácidos essenciais e não essenciais em quantidades balanceadas e de fácil digestão e absorção.  Ele contém o mais alto nível de proteína de todas as fontes de alimentos naturais. É um dos suplementos mais consumidos no mundo, principalmente por atletas e praticantes de musculação que usam a proteína do soro do leite para um melhor desempenho e resultado.

 

O whey protein é riquíssimo em aminoácidos essenciais – aqueles que o organismo não produz –, como triptofano, lisina, cisteína, leucina e valina. Estes dois últimos são aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA - Branched-Chain Amino Acid), com destaque para a leucina, já que pesquisas demonstram sua forte e intensa ativação e participação no processo de síntese protéica.

 

Ao iniciar com suplementação é comum surgir dúvidas se o suplemento vai aumentar seu apetite ou engordar, acredito que por uma questão até de desconhecimento de suplementos voltado para praticantes de atividades física e a associação com aqueles suplementos que nossas mães ou avós nos ofereciam para engordar porque a criança era muito magrinha e precisava “ganhar corpo”.

 

O apetite é regulado por interações de muitos hormônios. Devido a concentração de aminoácidos e principalmente às altas concentrações de BCAA, o whey protein estimula a colecistoquinina, hormônio responsável pela saciedade, contribuindo assim para o controle de apetite

Quando usado em combinação com o exercício correto, pode fazer você ganhar peso de massa muscular e perder peso de gordura corporal.  É importante você saber que ganhar peso é diferente de ganhar gordura. Ganhar peso na forma de massa magra geralmente é muito benéfico e desejado, ao contrário do ganho de peso em forma de gordura.

 

Se você comer carboidratos antes de se exercitar, você vai aumentar a oxidação da glicose e diminuição da oxidação lipídica, o que significa que seu corpo vai queimar açúcar e não gordura para produzir energia. Por outro lado, se você consumir whey protein antes de se exercitar, seu corpo vai manter a queima de gordura e aumentar a oxidação de proteínas. Mais especificamente, se aumentar o peso, o ganho de peso viria do aumento da massa muscular, mas não de gordura corporal.

As calorias do whey protein deve fazer parte da dieta, ou seja, se seu corpo precisa de 2000 calorias por dia para suprir suas necessidades diárias, as calorias do seu shake devem estar incluídas nessas 2000 calorias. Se você tomar 1 scoop de 30g de whey protein, que possui em média 130 calorias diariamente e esta não estiver prevista em sua dieta, estará contribuindo para que você extrapole suas necessidades e ao longo do tempo irá favorecer o acúmulo de gordura.

 

O consumo de whey protein pode levar a diminuição de apetite, aumento da queima de gordura e fortalecimento muscular. Se a proteína consumida aumenta ou diminui seu peso, é interferência de outros fatores, como o nível de atividade física e o consumo calórico diário. Se você tiver aumento de peso, provavelmente é do ganho de massa muscular. Se você perder peso, deve ser da perda de gordura corporal. Portanto, antes de consumir suplementos alimentares, consulte um nutricionista esportivo para adequar sua dieta e suplementação com seu nível de atividade física.

 

Adriana Siqueira é graduanda em nutrição e possui um portal de conteúdo sobre estilo de vida saudável chamado Arquitetando Corpo e Mente. É autora de artigos sobre saúde, dieta, treinos e suplementos. 

Instagram: @drikasiqueira

Blog: arquitetandocorpoemente.blogspot.com.br