Você sabe que a água é importante para qualquer pessoa e que ela pode ajudar tanto na perda de peso como no ganho de massa, não é? Acontece que existe um grupo grande de pessoas que não consegue sentir prazer em tomar este líquido por considera-lo sem graça. É neste momento que entra a água com gás que proporciona uma sensação diferente ao ser consumida. Só que muito se fala sobre a versão com gás e ficamos receosos ao consumi-la. Hoje iremos discutir e esclarecer tudo sobre esta bebida especialmente a você, leitor SaúdeJá.

A água com gás contém gás carbônico na composição. Hoje, a maioria das marcas à venda em mercados é do tipo gaseificada artificialmente, um processo industrial igual ao dos refrigerantes, no qual retira-se o oxigênio do líquido e injeta-se, no lugar, o gás carbônico, para dar o efeito frisante.

A água com gás tem as mesmas propriedades de hidratação que a água sem gás — a água natural. E como forma de manter o corpo hidratado — beber 1 a 2 litros de líquidos diariamente – optar pela água com gás é uma boa forma de variar. A água com gás hidrata tanto quanto a sem gás. E isso vale tanto para as naturalmente gaseificadas como para as gaseificadas artificialmente.

A água mineral com gás é mais rica em nutrientes, como cálcio, magnésio e potássio. Quanto ao sódio, vale ficar atento aos rótulos, já que a quantidade do nutriente varia drasticamente de marca para marca.

Pessoas portadoras de problemas como gastrites crônicas ou duodenites poderão irritar a mucosa gástrica se consumirem muita água com gás, então é importante atentar para sua saúde antes de sair por aí bebendo a água com bolinhas.

Algumas pessoas afirmam que a água com gás ajuda a emagrecer. Isso tem sentido, pois beber um bom copo de água com gás elimina causa sensação de saciedade, por isso a pessoa tende a comer menos e consequentemente emagrece.

Outra grande preocupação que faz as pessoas evitarem a água com gás é a possível ligação com o aparecimento de celulite.  O que pode prejudicar a circulação e facilitar o aparecimento dos furinhos é o açúcar e o sódio e não a água com gás em si. Por isso é importante olhar bem o rótulo, nenhuma água com gás tem açúcar, mas algumas do mercado abusam da quantidade de sódio.

O que normalmente acontece é que as pessoas comparam a água com gás aos malefícios do refrigerante. Essa comparação não tem sentido, pois o principal ingrediente maléfico do refrigerante é o açúcar que não esta presente na agua gaseificada.  Oque engorda, não é o gás e sim as calorias do açúcar da bebida. Vale a pena ressaltar que o refrigerante além do açúcar contém grande quantidade de sal, o que também prejudica a saúde e a boa forma.

 

 

Fonte: minhavida e saltitandocomaspalavras