A Albumina é a maior proteína encontrada no sangue. A proteína da albumina contribui para o crescimento e manutenção do tecido do corpo, a prevenção de anemia, e impede a perda de massa muscular.

A Albumina também desempenha um grande papel no combate as infecções, cicatrização de feridas, proporciona uma fonte de energia para o corpo e ajuda a manter um equilíbrio entre os fluídos corporais. Quando uma pessoa não ingere quantidade suficiente de proteína, o fígado não tem proteína suficiente para formar a albumina, o que obviamente provoca menores níveis de albumina no sangue.

Teste de Albumina

Testar os níveis de albumina ajuda a avaliar uma pessoa, e seu estado nutricional. O teste para saber os níveis de glutamina de uma pessoa é feito através de um exame específico de sangue e pode ser prescrito pelo seu médico. No geral, além do teste servir para verificar a nutrição de uma pessoa, um médico prescreve o exame para dosagem de albumina quando há sinais de doença hepática, como icterícia, fadiga e perda de peso. Também é possível fazer o teste para averiguar situação de edema em torno dos olhos, no troco e nas pernas.

 Os músculos e a albumina

Se você não consumir a proteína que o corpo necessita, seu metabolismo vai destruir seus músculos para obter as proteínas de que necessita, portanto, tornando-o fraco. Isso acontece porque quando a ingestão de proteínas é baixa, o corpo "pede" proteína dos músculos para as funções vitais. Uma vez "emprestada", a proteína não é regenerada pelo tecido muscular.

Se em sua dieta você consumir a quantidade suficiente de proteínas como a Albumina, você não correrá o risco de degenerar sua musculatura.

O nível de albumina no corpo pode ser afetado por um certo número de condições de saúde, como ter uma história de doença hepática, uma vez que a albumina é formada no fígado. A quantidade de albumina também pode ser insuficiente em pessoas com histórico de doenças renais que provocam perda de albumina pela urina. É possível que o nível de albumina no organismo caia rapidamente se uma infecção se desenvolver.

É sempre bom verificar com seu nutricionista a quantidade adequada de ingestão de proteínas para a manutenção de uma vida longa, para dar suporte a construção muscular e manutenção da hipertrofia.

Quando devo tomar a albumina?

A Albumina pode ser tomada depois do treino, antes de dormir e ao acordar.

Albumina depois do treino

A Albumina pode ser tomada depois do treino, mas não é o melhor horário para toma-la, pois a Albumina é de lenta absorção. Por conta do desgaste físico, seu corpo precisará de proteínas depois do exercício. É melhor optar por ingerir a Whey Protein, proteína do soro do leite, que tem absorção rápida e por isso é mais eficaz para o momento.

Albumina antes de dormir

Este é o melhor horário para tomar Albumina, principalmente para quem deseja ganhar massa muscular. Exatamente por ter absorção lenta, se você tomar antes de dormir garante proteína para os seus músculos durante a noite toda. Proteínas de absorção mais lenta são conhecidas como “time-release”.  A Albumina evita que seu corpo entre no estado de catabolismo, quando o metabolismo acaba por usar a proteína muscular para suas funções vitais (como já explicamos neste artigo).

Albumina ao acordar

Você passou em média 8 horas sem comer. É extremamente importante para quem visa hipertrofia, consumir carboidratos e proteínas no café da manhã. Como no pós-treino, ao acordar é melhor você tomar uma Whey Protein, a Albumina também será útil, mas por conta da baixa proteica que acontece  no longo período de sono, se você ingerir a Albumina demorará a repor o que seu organismo precisa. A Whey oferecerá mais rapidamente este suporte.

Qual suplemento de Albumina escolher?

O mercado oferece muitas opções de Albumina e escolher entre elas não é nada fácil. A melhor dica que podemos te dar é: olhe a tabela nutricional. Algumas albuminas possuem carboidratos e gordura em sua composição, o que pode levar você a ganhar peso e não necessariamente massa muscular, tente evitá-las.

Artigo inspirado em material preparado pelo Conselho Renal Disease da Califórnia do Sul, Inc. sob contrato com os Centros de Serviços Medicare e Medicaid (CMS).